CRP-17/RN apoia 1º Simpósio do Observatório de Psicologia Ambiental realizado pela UFRN

CRP-17/RN apoia 1º Simpósio do Observatório de Psicologia Ambiental realizado pela UFRN

Com objetivo de promover o compartilhamento de experiências advindas de trajetórias de pesquisa, ensino e extensão articuladas à prática profissional junto a Povos e Comunidades Tradicionais (PCTs), o Departamento de Psicologia (Depsi) da UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte) promove o 1º Simpósio do Observatório de Psicologia Ambiental, com o tema “Latino-Americana: atuação junto a povos e comunidades tradicionais”, de 29 de novembro a 1º de dezembro deste ano. O simpósio será aberto ao público geral com entrada gratuita. As inscrições vão até o dia 28 de novembro.

O Simpósio, que conta com apoio do Conselho Regional de Psicologia do RN (CRP-17/RN), e Conselho Federal de Psicologia (CFP), tem como público-alvo profissionais de psicologia e de outras áreas, pesquisadores e estudantes que atuem em contextos de comunidades tradicionais, em especial, na região Nordeste.

Para a conselheira do CRP-17/RN e coordenadora do CREPOP, psicóloga Flávia Alves, o CRP-17 não poderia deixar de apoiar o Simpósio do obPALA. “São temáticas relevantes e que atravessam o fazer da Psicologia. Os saberes sobre e dos povos e comunidades tradicionais precisam ganhar mais espaço para discussão dentro da nossa ciência e profissão”, disse a conselheira.

Para realizar a inscrição é necessário acessar o Sigeventos e clicar em Inscrever-se, caso não possua vínculo com a UFRN. Depois, é preciso fazer login no sistema, selecionar inscrições e submissões do simpósio e clicar em realizar nova inscrição, encontrar o evento e clicar no ícone verde. Será disponibilizado um certificado de 20 horas para os participantes.

“Este evento está sendo pensado, principalmente, para oferecer ao público de profissionais e gestores que atuem em áreas como saúde, assistência social, educação, clínica e outros serviços de atendimento à população um espaço para refletir sobre a diversidade social com que psicólogos e equipes multidisciplinares constantemente se deparam em seus campos de atuação”, explica Raquel Diniz, professora do Depsi e coordenadora do Observatório de Psicologia Ambiental Latino-Americana (obPALA)

Nos três dias de evento, os participantes vão participar de diversas atividades, entre elas estão: conferências, exposição de fotografia, lançamentos de referências técnicas, mesas-redondas, que abordarão questões sobre diversidade, políticas públicas, territorialidades e atuação junto a povos indígenas, quilombolas e comunidades de pesca artesanal. A programação completa pode ser consultada no perfil do Instagram do simpósio.

“A proposta do Simpósio surge como parte das atividades vinculadas ao projeto de extensão Observatório de Psicologia Ambiental Latino-Americana, vinculado ao Departamento de Psicologia, que hoje está consolidado como grupo de pesquisa no diretório de grupos do CNPq. O evento vem sendo construído ao longo desses últimos dois anos, a partir de encontros, diálogos, pontes, parcerias, e celebra nossa caminhada de estudo, de pesquisa e de extensão junto a Povos e Comunidades Tradicionais (PCTs) no RN”, conta a professora.

Ertalice Vânia
ertasouza@gmail.com
No Comments

Post A Comment