Sistema Conselhos debate sobre desafios da regulamentação da Psicoterapia

Sistema Conselhos debate sobre desafios da regulamentação da Psicoterapia

O Conselho Federal de Psicologia (CFP) e todos os 24 Conselhos Regionais (CRPs) se reuniram virtualmente, no dia 4 de outubro, para tratar sobre os desafios relacionados à formação, qualificação e regulamentação na área da Psicoterapia. O CRP-17 foi representado pela conselheira presidenta Keyla Mafalda de Oliveira Amorim (CRP 17/1707).

O encontro deu sequência aos trabalhos do GT de Psicoterapia criado em 2019. O CRP-17 faz parte do GT junto aos CRPs 14, 05, 08, 13, 20 e 23, mais o CFP e associações. Entre as atuais medidas tomadas pelo GT está a tarefa de revisar a Resolução CFP nº 10/2000 que especifica e qualifica a Psicoterapia como prática da Psicologia.

O grupo deve estruturar estratégias no tocante à regulamentação da prática profissional e apresentá-las na próxima Assembleia de Políticas, da Administração e das Finanças (APAF) prevista para ocorrer em novembro de 2021.

Resolução CNRM 34/2021

O GT tem se debruçado sistematicamente sobre as possibilidades de propostas capazes de enfrentar gargalos na área. Na reunião com o coletivo, foi colocada em debate a Resolução CNRM nº 34/2021 – da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) do Ministério da Educação (MEC) que aprova a matriz de competências dos Programas de Residência Médica para atuação em Psicoterapia.

O Sistema Conselhos e o GT de Psicoterapia estão atentos à normativa buscando analisar em que medida representará impactos à atuação profissional. Na primeira verificação não se observou prejuízos à prática da Psicologia, dado que a matriz de competências é aplicável somente a Programas de Residência Médica junto às(aos) médicas(os) psiquiatras.

Evelin Monteiro
evelin@skycomunicacao.jor.br

Assessora de Comunicação e Imprensa.

No Comments

Post A Comment