UFRN pesquisa sobre atuação de psicólogas(os) dos CREAS em demandas do Sistema de Justiça

UFRN pesquisa sobre atuação de psicólogas(os) dos CREAS em demandas do Sistema de Justiça

O Conselho de Psicologia do Rio Grande do Norte (CRP-RN) está apoiando o desenvolvimento da pesquisa: “A mercadoria trabalho: a atuação da(o) psicóloga(o) entre o assistencialismo, o punitivismo e a garantia de direitos na interface SUAS e Sistema de Justiça”, realizada por pesquisadoras do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e do Grupo de Pesquisa “Marxismo e Educação”. A pesquisa financiada pelo CNPq está recebendo contribuições até o dia 31 de outubro. 

Coordenada pela doutora Isabel Fernandes de Oliveira, o estudo irá analisar o trabalho de psicólogas(os) da Assistência Social do RN na interface da proteção social especial e o Sistema de Garantia de Direitos (SGD); mapear as(os) psicólogas(os) atuantes na política da proteção social especial da Assistência Social do estado que desenvolvem atividades em articulação com o SGD;  problematizar as práticas existentes e identificar os indicadores de precarização do trabalho.

O público-alvo da pesquisa são psicólogas(os) que atuam nos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS) no Rio Grande do Norte, principalmente em relação às demandas ligadas ao Sistema de Justiça – Ministério Público, Poder Judiciário e Defensoria Pública.

Clique aqui para acessar o link da pesquisa.

 

Evelin Monteiro
evelin@skycomunicacao.jor.br

Assessora de Comunicação e Imprensa.

No Comments

Post A Comment